Estou uma desavergonhada

Hoje ao pensar na minha manhã atribulada no hospital, dou comigo a rir e a pensar, ” hoje fui uma verdadeira  mulher da vida” . Chego ao local acompanhada pelo meu João, na recepção não me identifico e começam a tratar—me pelo nome, segue—se um interrogatório com perguntas como “toma a pílula?”, ” quando teve o período pela 1vez?”(ele foi embora e não voltou, e ainda me andam a falar nele!). Sou levada para o quarto por um estagiário que pede licença para tocar na minha maminha, logo de seguida vem uma excursão de estudantes, toca a tirar a camisola e a deixar mexer outra vez.  Somos interrompidos pela enfermeira que diz que me aguardam noutro local para um exame.
Vou à medicina nuclear para fazer um exame do ganglio sentinela, mandam—me levantar o braço esquerdo e  começam a examinar a cicatriz, e a dizer que como já foi mexida tem irrigaçoes e vao precisar de mais líquido para injetar. Depois de 10 minutos a examinar a cicatriz e a axila do lado esquerdo (que já não tem gânglios) eu lembro—me de dizer ” a Dra sabe que a intervenção é na outra maminha?” . Ela ficou branca!
Regresso ao quarto, já a sonhar com o almoço e vêm dizer—me que se esqueceram—se de pedir o meu almoço e tenho direito a “1 Pack”= uma sopa que parece água, um pão com manteiga e uma pera.

Depois da minha colaboração e de ter mostrado a minha maminha à Universidade de medicina inteira é assim que me tratam????
image

Anúncios
Publicado em Relatos&Retratos | Publicar um comentário

Borboletas na minha barriga

Hoje senti borboletas na minha barriga, sinto muitas vezes, mas hoje sabem-me pela vida. Aproxima-se o dia em que vou aniquilar de vez este bicho mau que insiste em perseguir-me, se estivesse ao meu alcance tornava-o uma espécie em extinção e mandava-o para perto dos dinossauros. Nas últimas 2 semanas desde o meu último post, seguiram-se alguns exames, existiram algumas dúvidas e ontem veio o resultado da ressonância hepática que diz estar tudo ok.  Perguntam-me : E a maminha, não ficas triste por perde-lá?   Não ! Sinto-me aliviada…Eu quero é viver! 

  

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Release Adiada … e Sorrisos

Ontem fui convocada para uma consulta que há algum tempo aguardava,  a consulta entre a cirurgia e oncologia para definir o tipo de tratamento a seguir. Vêm todos os experts na matéria avaliar e tirar as medidas.

A boa noticia é que o crescimento não foi significativo, e como existem doentes com casos mais avançados têm prioridade, a médica relembrou que eu no passado já fui um desses casos. Em principio vou ser operada na 1 semana de Novembro.

Pensei seriamente em fazer greve de fome à porta do hospital,  depois achei que seria mais fácil barricar-me,  acabei por desistir de ambas após reflexão profunda,  cheguei à conclusão que estava a ser egoísta em relação a outros com uma situação mais avançada.

Mais uma vez percebi que faço parte das excepções e não da regra, pertenço aos 20% de mulheres com triplo negativo,  que não revela nenhum dos três receptores principais (estrógeno (ER), progesterona (PR) e HER2).  Hoje fiz uma pesquisa na net sobre a raça deste bicho mau, mas arrependi-me de imediato.

Tenho sido alvo de excepções na origem, mas também o tenho sido na resolução e vou manter esta tendência!

Hoje faz 5 anos que tive o meu AVC, um dia que não lamento, mas que me apetece sempre celebrar. Deixo-vos a melhor descrição que consigo desse dia, e a foto dos Sorrisos dos Familiares e Amigos .

Perguntei ” o quê?”.
Ninguém respondeu.
Mas ouvia ” consegues escrever?”, um lápis e papel aproximavam-se na minha direcção . Pensei
“Nada, não é nada”.
Se não era nada, só podia ser tudo.
Porque não me lembro do dia em que nada fazia chorar.

No dia seguinte voltei a ver chorar, percebi a diferença. Estava de volta, e era a única coisa que precisava de saber.

Nunca desisto do que me faz sorrir. Obrigado por me fazerem sorrir todos os dias.

Sorrisos_n

 

 

Publicado em Relatos&Retratos | 3 Comentários

Release na próxima semana – Ainda sem data marcada

Senhora doutora, já não gosto das minhas maminhas, decidi tirar tudo e rápido sff.

Se estão doentes porque demoram tanto tempo? Quero umas novinhas em folha, com direito a manutenção até aos 90 anos, e que a única  dor de cabeça que me possam vir a trazer  é a cobiça por umas iguais. E já me estou a imaginar  a passear de decote em V.

Agradou a ideia à Doutora, mas adiantou que vamos ter de fazer Quimioterapia.  E isso lá é novidade para mim?

Se não fizesse é que iria ficar preocupada,  eu  mereço viver uma velhice descansada e com estes percalços todos acho que já ganhei o Céu. Mas continuo em diálogo com a nossa senhora de Fátima.

Ouvi que a esperança de vida tem vindo a aumentar desde os anos 50, Doutora tenha isso em consideração porque quero aproveitar tudo a que tenho direito!

Novidades da próxima release (espero eu) na próxima semana, isto se passar em todos os testes e não tiver de ser adiada.

Pintoc num autocarro algures a caminho da Beira que diz também ser dela.

101411Cancer

Publicado em Relatos&Retratos | Publicar um comentário

Tudo na minha vida é transparente

Rio quando tenho vontade de Rir, Brinco quando tenho vontade de brincar, Choro quando tenho vontade de chorar .

Quando não tenho vontade percebem de imediato!

Os amigos e família desde sempre tiveram um papel preponderante na minha vida,  exercem uma enorme influência sobre a minha pessoa, estabelecem as minhas rotas, e estão desde sempre nas minhas prioridades máximas.

Aos 6 anos com a Susana  e Sylvie aprendi o verdadeiro significado da palavra amizade, o que significava manter um relacionamento à distância, o que tinha de fazer para manter esse relacionamento de amizade, o que significava sinceridade, o respeito pelas minhas limitações e restrições propicias de uma menina educada numa aldeia, e o verdadeiro significado da palavra Saudade.

Contribuíram ainda para melhorar a minha escrita (tenho kgs de cartas guardadas até aos dias de hoje), e ainda aprendi a falar Francês.

Com a prima Tatiana e com a dificuldade que tinha em partilhar os meus brinquedos com ela, percebi os defeitos de ser filha única, a minha teimosia e impaciência, e descobri o poder da negociação. ” Se hoje quiseres ir fazer papeis para a festa, amanhã prometo que fazemos um piquenique”.  Percebi também o que era ter uma irmã mais nova.

Com a prima Carla percebi o que era protecção e persistência para conseguir atingir o objectivo de uma falta justificada à escola.

A Nancy mostrou-me o mundo do Show Biz, a melhor maneira de conviver em família e conseguir uma boa gargalhada, e ensinou-me como era ter uma irmã mais velha.

A Rute ensinou-me a ir mais longe, a nunca desistir dos meus sonhos, e a abrir novas fronteiras e horizontes.

O primo Sérgio P. mostra—me o que é ter um coração grande, e o que significa chegar atrasado.

A apreciar as coisas simples da vida aprendi com  a Sandra, uma amiga alemã que trocava o luxo e conforto do sitio onde morava pela natureza, apresentou-me o magnifico por do sol que se avista da Quinta dos meus pais,  que sempre teve lá e eu nunca tinha reparado nele.

O maior voto de confiança foi-me dado pelo meu avô, que me ensinou a andar de mota desde os 12 anos de idade, foi comigo à CMB tirar a carta sem o meu pai saber, e ainda me confiava a mota sem restrições quando o meu pai não estava por perto.

Com alguns dos exemplos da minha infância pretendo demonstrar a importância dos amigos e família na minha vida desde sempre, que se mantém até aos dias de Hoje, e que me leva a dizer que são sem dúvida a minha melhor terapia.

Percebo a vossa preocupação, mas sou a maior sortuda à face da terra,  posso dar-me ao luxo de escolher  vários terapeutas por dia e sem restrição de horários, e quando não resultar vocês vão perceber.

Nessa altura venham munidos de muita argumentação e evidências, caso contrário mando-vos passear num abrir  e fechar  de olhos.


digitalizar0016

 

Publicado em Relatos&Retratos | 3 Comentários

Por terras Alentejanas e Bodas de Couro

Após um fim por terras do litoral Alentejano para repor baterias e namorar, ainda tivemos a surpresa dos amigos Marta Mendonça e Nuno Guerreiro que se deslocaram de Faro para jantar connosco e estragar a Pintocas com Mimos.
Continuar a ler

Publicado em Relatos&Retratos | 2 Comentários

Não sei se vou conseguir lidar com a minha Fama

Muito Obrigado pelos Posts, Likes, Partilhas de Blog, SMS, MMS e pelos olhares “não sei como abordar o assunto, mas sabes que estou a torcer por ti!”

Quando alguém vier dizer  algo do género, “cuidado com o que publicas que eu sou uma figura pública”, vou responder “Figura pública sou eu! Já viste os likes e comments no meu Facebook ? Ouviste falar do blog nopeitoondemedeito? Sai da bolha que existe um mundo real cá fora que te está a passar ao lado!”

Até o meu blog passa a vida a lembrar-me que tive um Boom enorme nas visitas diárias!

Isto é brincadeira,  não pretendo ser importante porque sei que já o sou para o meu marido, amigos e familia, da mesma forma como eles são muito importantes para mim. Adoro receber mimos, mas para os receber também tenho de dar e espero nunca me esquecer disso (afinal de contas sou filha única, mas tento contrariar cada vez mais esta tendência).

O objetivo principal  de ter retomado o blog é ajudar outras pessoas que passem pelo mesmo, e  pretendo um dia publicá-lo para poder reverter a favor de uma causa nobre ” a prevenção do cancro da Mama”.

Isto tem um preço , o blog deixou de ser restrito com acesso via password e passou a ser de acesso público.  Tenho de fazer com que o mesmo tenha interesse e seja lido para conseguir um dia publicá-lo. Por isso amigos não hesitem em partilha-lo e ajudem esta causa que é nossa.

A minha vida passou a estar mais exposta, mas se com isso conseguir ajudar alguém, já valeu a pena.

E agora me despeço até Terça Feira que vou de férias com o meu dignissimo esposo,  E amiguinhos não vou partilhar nem uma linha, porque atenção vai ser só para ele!

kicking_ass_twice_breast_cancer_calendar_print

Publicado em Relatos&Retratos | 4 Comentários