Rota Oncológica a 300 KM de casa

Ser seguida em Lisboa  ou em Coimbra quando moramos na Beira interior não dá muito jeito, mas as forças da circunstância levaram a que tomasse a decisão de ser seguida a 300 KM de casa, e a minha mãe a 200 KM.

Partilho porque nunca escrevi sobre este assunto,  aprendemos sempre algo com a experiência vivida, e nesta matéria o tempo de espera pode custar-nos a VIDA.

Em Abril de 2010 identifiquei no banho algo suspeito que me levou ao Hospital mais próximo onde fiz vários exames.  Após ter realizado biópsia, foi-me dito que iam marcar a consulta para daí a 1 mês e meio, mas que se existisse algo problemático era contactada logo que identificado e transferida para oncologia. Fiquei tranquila por não ter sido contactada nesse período, e no dia da consulta pedi ao médico para a minha mãe entrar. O médico respondeu “a menina é que sabe se tem segredos para a sua mãe”, ao que respondi ” Dr. tenho 33 e não 18 anos!”.  Respondi sem imaginar o que me esperava, achei que a mãe ao ouvir do médico que estava tudo bem  ia ficar mais tranquila, mas acabou por ouvir o veredicto final: Cancro da Mama , Evasivo, um nódulo  com 9 cm (de Abril até final de Julho cresceu de quase 2 cm para 9 cm) e um nível 4 bastante avançado.

Perguntei calmamente ao médico  o que se seguia, enquanto tentava acalmar a minha mãe que gritava descontroladamente, poucas vezes a tinha visto chorar até aquela data,  e ainda hoje tenho pesadelos com o desespero que presenciei. Seguia-se Quimioterapia e um período de espera de  mais 15 dias   porque a médica estava de férias.

Não havia tempo para aguardar, mas eu estava cheia de medo e resistente à mudança. A minha prima decidiu por mim,  levou-me para Lisboa e conseguiu que em  5 dias eu iniciasse a minha 1ª  sessão de Quimioterapia.  Por mais que viva até aos 100 anos não lhe conseguirei agradecer a vida que me devolveu.

Em Agosto 2015 encontro-me de férias e  no banho identifico novo nódulo no peito que me resta, a minha oncologista em Lisboa encontra-se de férias, como sei o que se segue vou ao hospital da minha zona para avançar com o processo e conseguir fazer rapidamente a biopsia. Desta vez todo o processo é rápido porque tenho antecedentes identificados, mas o resultado da biopsia volta a ser tardio. Fui contactada 1 mês e meio após ter feito a biopsia, mas desta vez não fiquei à espera, quando me contactaram já tinha a operação agendada em Lisboa.

Noutros Hospitais o processo mais complicado é conseguir vaga para realização de exames específicos necessários,  neste hospital com um sorriso conseguimos sempre o improvável, a parte mais complicada é a comunicação célere do resultado dos exames para questões oncológicas, esquecida algures nas prateleiras do hospital.

Como é que em 5 anos nada mudou neste Hospital? De que vale ter a ultima tecnologia se não a sabemos utilizar?

Em Agosto 2012, a minha mãe identifica um efeito casca de laranja no peito e como tem consulta ginecologia marcada,  mostra e indica que a filha teve cancro da mama e a terapêutica realizada. O médico diz que em principio não é nada, questiona se costuma fazer mamografia, ela diz que faz de 2 em 2 anos na carrinha ambulatória e acha que a carrinha vem em Outubro /Novembro. O médico deixa-a sair da consulta sem marcar mamo/eco apenas com a promessa de ir ao ambulatório dai a 2/3 meses.

Há males que vêm por bem, como foi identificado pelo ambulatório, a minha mãe é seguida no Hospital da Universidade de Coimbra .

Moral da História:

Nunca deixar passar mais de 1 mês, sem resultado da biopsia. O tempo normal necessário para saída de todos os  resultados são 3 semanas.

Não ficar totalmente descansado por não ter  recebido qualquer chamada de antecipação de consulta. Após 1 mês sem novidades, ou marcação de consulta questionar o Hospital.

Sempre que identificado um sinal suspeito, realizar de imediato Mamo/Eco para despiste, principalmente se já existir antecedentes na família.

Um óptimo fim de semana2

Anúncios

Sobre pintoc

Vamos para a frente que atrás vem gente!
Esta entrada foi publicada em Relatos&Retratos. ligação permanente.

Uma resposta a Rota Oncológica a 300 KM de casa

  1. Sérgio diz:

    É com exemplos como teu, com espírito crítico, mas com muita força, energia positiva e pro-actividade que poderemos alcançar alguma melhoria futura nos cuidados de saúde!… LY

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s